BRIO fecha parceria com maior distribuidora brasileira de documentários

O BRIO nasceu para contar histórias. Em sua trajetória, passou depois a olhar para quem conta as histórias. BRIO e histórias sempre estiveram e sempre estarão conectados. E é como fruto desse esforço por se manter coerente a um princípio mais geral que agora o BRIO dá um passo decisivo e muito empolgante para unir aquelas duas pontas.

Acabamos de assinar um pioneiro acordo de exclusividade com a ELO Company, a maior distribuidora de documentários nacional e que criou, recentemente, um núcleo dedicado à produção de conteúdo audiovisual original, com foco em não-ficção. Trata-se de um player com mais de 10 anos de mercado e reconhecido pelo seu trabalho internacional de distribuição. Foi a ELO, por exemplo, que levou a animação “O Menino e o Mundo” ao Oscar.

Resumindo: o BRIO passa a integrar, em posição bastante privilegiada, um fluxo de produção de documentários, séries documentais e ficções baseadas em fatos reais. É a primeira parceria, no Brasil, entre uma produtora de cinema e uma empresa dedicada ao jornalismo para o desenvolvimento constante de projetos na área audiovisual.

Como explica Sabrina Nudeliman Wagon, CEO da ELO Company, a parceria segue um modelo similar ao adotado pela americana Epic com estúdios de Hollywood, o “first look deal”. Tanto histórias já publicadas pelo BRIO como outros projetos de reportagens e investigações em geral serão apresentados à ELO, para serem adaptados para cinema, TV fechada, video on demand (como Netflix, Amazon…), entre outros meios. Já estamos trabalhando com a ELO em seis projetos, incluindo histórias inéditas, e outros virão.

É o marco de entrada do BRIO no universo audiovisual, estimulado pela percepção cada vez mais clara de que o moderno ambiente de circulação de informação demanda uma união de expertises.

Na parceria BRIO-ELO, estamos colocando na mesa o nosso know how jornalístico, a capacidade de investigar, de farejar uma boa história, de acionar os contatos certos, de encontrar os profissionais com os melhores acessos – e usando a base de inscritos no banco de talentos do BRIO. Já a ELO traz toda a sua comprovada capacidade de produzir e vender audiovisual em altíssimo nível e com um olhar antenado para o poder artístico e comercial da não-ficção.

A partir de agora, o BRIO passa, de maneira ativa, a buscar histórias surpreendentes, exclusivas, que tenham o potencial de virar um documentário incrível ou uma daquelas séries que te fazem grudar na tela. 

Traga seu projeto para o BRIO

Então, agora a conversa é direta com você: tem algum projeto de documentário guardado na gaveta? Tem acesso exclusivo a personagens incríveis ou tem uma pista boa para iniciarmos uma investigação? Nos procure no [email protected] ou preenchendo este formulário. Fique à vontade. É uma conversa sem compromisso e com toda a garantia de sigilo da informação. Todo e qualquer projeto audiovisual a ser tocado pelo BRIO na parceria com a ELO envolverá trabalho de pesquisa e você será devidamente encaixado nesta equipe.

Você não precisa saber escrever um roteiro, operar uma filmadora, saber os termos técnicos da indústria audiovisual. Você precisa apenas ter a vontade de buscar aquelas histórias que você para e pensa: “isso daria um filme”.

Vem com a gente!

Breno é o cofundador do BRIO e criador do programa de desenvolvimento jornalístico. É apaixonado por inovação, planejamento, design thinking e suas aplicações no jornalismo. Trabalhou por seis anos na Folha de S.Paulo, cobrindo política, administração pública e fazendo investigação. Vive em Florianópolis e quer que o jornalismo seja percebido como arte. Fale com ele no [email protected]