10 livros indispensáveis para jornalistas que têm interesse em tecnologia e inovação

Leitura é essencial para quem busca fazer um trabalho jornalístico de excelência. Não tem para onde correr. Seja jornal, livro, revista ou bula de remédio. Ler faz parte da rotina de todo bom jornalista.

Pensando nisso, resolvemos perguntar para profissionais muito bem gabaritados em suas áreas de atuação quais os livros que consideram essenciais para jornalistas que se interessam em cobrir editorias ou assuntos específicos.

Para começar, convidamos o advogado, comentarista de tecnologia da Globonews e diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS Rio), Ronaldo Lemos a indicar os 10 livros que acredita fundamentais para o jornalista que se interessa por tecnologia e inovação.

Ele é também pesquisador e representante do MIT Media Lab no Brasil, além de apresentar o programa Expresso Futuro.

 

1 – Promises to Keep: Technology, Law, and the Future of Entertainment, de William Fisher

Livros para jornalistas

É possível inventar um modelo de negócios para a indústria do entretenimento que possibilitaria à sociedade aproveitar os benefícios das tecnologias focadas no consumidor e na troca de informações sem comprometer os direitos legais dos artistas, gravadoras, e estúdios de cinema para lucrar a partir de seus patrimônios intelectuais? Segundo Michael Epstein, essa é a pergunta central que William Fisher tenta responder.

2 – Code and Other Laws of Cyberspabe, de Lawrence Lessig

Livros para jornalistas

Um dos livros mais influentes e citados sobre a estrutura e natureza das regulações da internet. Discute também copyright e as leis e ferramentas que podem ser utilizadas para proteção contra a pirataria no ciberespaço.

3 – Cultura Livre, de Lawrence Lessig

Livros para jornalistas

Corajoso livro sobre o poder que a mídia exerce para cercear o acesso à cultura e controlar a criatividade.

4 – Direito, Tecnologia e Cultura, de Ronaldo Lemos

Livros para jornalistas

Traz propostas inovadoras de reforma da propriedade intelectual, discute software livre, cultura livre e a responsabilidade dos provedores de internet. Indispensável para o entendimento da intrincada relação entre direito, cultura e tecnologia.

5 – Futuros Possíveis, de Ronaldo Lemos

Livros para jornalistas

Reunião de artigos publicados em diversos veículos, como Folha de São Paulo, Overmundo e RevistaTrip, com reflexões sobre as mudanças sociais trazidas pela tecnologia.

6 – What Technology Wants?, de Kevin Kelly

Livros para jornalistas

Escrito pelo cofundador da revista Wired, uma das mais importantes publicações quando o assunto é tecnologia, o livro fala sobre as relações entre homem e máquina e como essa simbiose pode levar a novos modos de experimentar e até de estender a vida.

7 – O Meio é a Massagem, de Marshall Mcluhan e Quentin Fiore

Livros para jornalistas

Publicado pela primeira vez em 1967, Mcluhan (que já foi chamado de Santo Padroeiro da Internet em matéria da Wired) já falava sobre como a internet reconfigurou nossa relação com o mundo à nossa volta e com as outras pessoas. O livro também traz colagens e outras explorações gráficas feitas pelo artista Quentin Fiore.

8 – The Black Box Society: The Secret Algorithms That Control Money and Information, de Frank Pasquale

Livros para jornalistas

Diariamente, a cada segundo, zilhões de bytes são gerados pelos aplicativos que usamos, com dados que identificam o que gostamos de fazer, onde gostamos de comer e o que gostamos de comprar ou pesquisar. Dados valiosos para as empresas, que buscam sempre estar um passo à nossa frente. Frank Pasquale expõe os abusos cometidos nessa corrida.

9 – Chutando a Escada – A Estratégia do Desenvolvimento em Perspectiva Histórica, de Ha-Joon Chang

Livros para jornalistas

Estimulante estudo sobre como os países enriquecem ao pressionarem países em desenvolvimento para que adotem políticas e instituições que consideram essenciais para o desenvolvimento econômico – mas que foram, curiosamente, dispensadas pelos mesmos no passado.

10 – Du Mode d’Existence des Objets Techniques, de Gilbert Simondon

Livros para jornalistas

Obra de cunho mais filosófico, foi escrita como tese de doutorado do pensador francês Gilbert Simodon, que foi aluno de nomes como Canguilhem e Merleau-Ponty. Simodon propõe uma genealogia do “objeto técnico”, combinando antropologia, engenharia e economia. Essencial para quem quer compreender como começa nossa relação com a tecnologia.

Jocê Rodrigues
É escritor, editor e repórter. Foi criador e editor da revista cultural Vermelho! Colabora e/ou já coloborou com publicações como Revista da Cultura, Gazeta do Povo e Valor Econômico. Faz parte do Programa de Desenvolvimento Jornalistico do BRIO.